Ts relacionamentos pessoais

Embarco em uma viagem sozinho?

2017.01.21 09:02 LZBr Embarco em uma viagem sozinho?

(Por questões de privacidade não irei entrar em muitos detalhes em alguns assuntos, mas se alguém achar que alguma informação seria útil para algo, eu posso dar uma revisada)
Moro em uma cidadezinha no interior (bem cidadezinha mesmo) de SC, tenho 21 anos e ainda não entrei em uma faculdade. Terminei o colégio, passei em uma faculdade, mas por ser longe de casa (500km) resolvi esperar mais um ano (que acabaram virando 2) e tentar novamente.
Sou o típico "anti-social" atual, não curto sair em festas, sociais e etc, no máximo algo em família e ainda assim, raramente. Passo boa parte do tempo em frente ao PC (felizmente na maioria das vezes fazendo algo (que eu creio ser) produtivo, não apenas jogando). Atualmente meu mundo gira basicamente em: acordar, trabalhar (no PC), meus projetos (no PC), jogaassistir algo (no PC) e dormir.
Minha infância considero que foi "normal", ainda que sempre fui desse jeito. Festinhas na escola me deixavam nervoso, gincanas e campeonatos eram um saco. E isso continuou até a adolescência, se fui em um ou dois churrascos/festas com amigos foi muito. Nunca fumei (e nem pretendo), nunca ingeri uma gota de álcool até hoje. Mantenho contato com 1 ou 2 amigos (verdadeiros) da época de escola. Praticamente nunca tive um relacionamento. Não tenho muito problema em me socializar profissionalmente, na verdade até prefiro dessa maneira. Sempre preferi conversar mais com adultos do que pessoas da minha idade. Grande parte disso tudo, creio que tenha sido pelo modo como fui criado, pais super protetores, sempre perto e cuidando de tudo (até demais). Além do que, morar em uma cidade pequena, é difícil achar pessoas que curtem as mesmas coisas e assuntos que você.
Resumindo, sempre fui meio isolado, quase sempre por opção e eu me sentia (e me sinto ainda) bem com isso. Mas ultimamente eu ando querendo mudar isso um pouco.
Antes de terminar o colégio, montei o meu primeiro PC para jogos (que até então nunca tinha tido nem mesmo um console, com exceção daqueles "PolyStations" e um PC que mal rodava CS 1.6). Tempo vai e tempo vem, a gente começa a participar de comunidades, grupos, Skype, TS e etc. Com a conectividade hoje em dia, de tantos grupos, comunidades, pessoas de diferentes lugares, pensamentos, gostos e etc a gente acaba encontrando pessoas que pensam parecido conosco, e com isso acabei criando algumas amizades que considero extremamente verdadeiras, pessoas (da minha idade) que curtem as mesmas coisas, assuntos, pensam parecido e etc, e que eu tenho mais vínculo, contato, consideração e confiança do que meus ex-colegas de escola e amigos daqui da cidade. Conheço alguns deles já fazem quase 3 anos e de 2 anos pra cá nós nos falamos todos os dias (literalmente todos os dias, nesses 2 anos (que mais parecem 10) não houve um único dia que não teve um "Bom dia", "o que estão fazendo" ou algo do tipo), jogamos toda semana, jogamos conversa fora, conversamos sobre problemas pessoais e etc e nos entendemos uns aos outros, ou seja, são com aquelas pessoas que eu sinto que quero estar e que deveria ter crescido junto. Sempre nós comentávamos que um dia precisaríamos nos conhecer pessoalmente, bater um papo e se divertir um pouco.
Provavelmente irei pra faculdade esse ano, sinto que talvez não estaria preparado para morar sozinho, ser independente e etc sendo esse expert social que sou atualmente. Foi então que me surgiu uma ideia de um tratamento de "choque". Final de Janeiro terá a Campus Party em SP, um evento que eu sempre sonhei em ir, não só pela diversão mas por algumas palestras que são muito interessantes e relacionadas com os meus projetos. Esses amigos já me chamaram (e foram) na Campus de 2016 e me chamaram novamente esse ano. Foi ai que eu associei tudo: eu estaria realizando um sonho indo na CP; estaria indo conhecer outros estados e lugares (até hoje só saí do estado para visitar uns parentes no PR); conhecer pessoalmente meus amigos; sem falar nas experiências únicas que isso pode me trazer pessoalmente (até hoje nunca fui nem para a cidade vizinha sozinho) e profissionalmente. Apesar de ser uma viagem relativamente longa (+- 700km, quase 11h de ônibus), seria "tranquila" (no máximo uma ou duas trocas de ônibus), embarcar em SC e desembarcar à 5km do Anhembi. Já estaria combinado com alguns amigos lá, de me buscarem na rodoviária (por morar em cidade pequena, comparado com SP, a chance de se perder é enorme) ou então Taxi/Uber estão ai pra isso. Se for o caso, é possível ir até mesmo de avião (que talvez seria até melhor, nenhuma conexão, voo direto). Sempre mantendo contato em casa, com 3G/4G e um celular decente, kilometros viram milissegundos. Apesar de ser esse "desastre" social, sei me virar quando preciso, tenho consciência de certo e errado, sei até onde posso ir e etc, sou anti-social mas não um inválido (inexperiente e de responsabilidade duvidosa por outro lado...). Hoje em dia mantendo celular com internet e bateria, cartão/dinheiro e documento no bolso, você consegue ir pra qualquer lugar. (Lógico que tomando algumas precauções: separando dinheiro e cartão entre carteira/mochila/mala, preferir andar com cópia autenticada dos documentos e etc. Ou seja, celular, dinheiro e documento, você pode até perder um ou dois (mas não os três) que você ainda estará "tranquilo").
Já falei sobre isso com meus pais, achei que precisaria ser mais convincente mas até que me apoiaram bem, apesar de ser uma família "conservadora", do interior e acharem coisa de outro mundo você conhecer alguém online e acharem que toda pessoa que você conhece são sequestradores/ladrões de órgãos atrás de uma vítima. Acham sim que estou meio imaturo ainda para fazer isso (e até eu concordo com isso), mas caso eu insista eles acabam liberando sem problemas.
Só que o problema nem é com eles, apesar de estar animado para ir é impossível não ficar assustado e com um pé atrás (ou até os 2) sobre isso. Tudo isso não passa de uma possibilidade, nada confirmado e eu já estou ansioso como se fosse embarcar amanhã. Só que lá no fundo, bem lá no fundo, debaixo de toneladas de medo, apavoramento, ansiedade e inexperiência, eu sinto que se eu não fizer isso eu sempre serei desse jeito, nunca conseguirei ser totalmente independente, "me virar" no mundo lá fora e com isso trazer várias complicações, até mesmo para o nível profissional futuramente.
A viagem em si está todo planejada, avião/ônibus (itinerário pronto, nos dois casos), hospedagem (na própria CP e alguns até ofereceram a casa pra eu ficar e etc, além de que em ultimo caso qualquer hotel com uma cama é suficiente), orçamento feito incluindo comida, mantimentos, gastos extras e emergências, plano de saúde com cobertura nacional, seguro-viagem, internet banking no celular pronto pra qualquer transfêrencia/transação que possa ser necessária, cartões liberados, irei providenciar dados de contato/emergência e etc, ou seja, pronto para tudo o que é previsto e até para alguns imprevistos. Com dinheiro, comunicação, mantimento e informação, na maior cidade do País, só não teria como dar jeito na morte (hu3hu3).
Pontos negativos: Ir sozinho, nunca andei de avião (tem mais essa), ir pra um lugar que eu nunca fui (street view não conta), conhecer gente que eu nunca vi pessoalmente.
Pontos positivos: Ir sozinho (criar coragem), nunca andei de avião (primeira vez), ir pra um lugar que eu nunca fui (novos lugares para se conhecer), conhecer gente que eu nunca vi pessoalmente (e muito provavelmente fortalecer amizades incríveis).
Ou seja, tem tudo para ser uma experiência única, tanto para o lado bom quanto para o lado ruim.
Continuo em minha zona de conforto (sabe-se lá até quando) ou fecho os olhos, ignoro o medo, jogo tudo pra cima e vou, esperando que isso possa trazer algo de bom?
Está tudo em cima da hora, o tempo está passando e está nas minhas mãos decidir se eu vou ou não, e agora?
submitted by LZBr to desabafos [link] [comments]


Transtornos de Personalidade? Faça Terapia URGENTE! - YouTube O INICIATICO EVANGELHO DE JOÃO A FÉ ❘ Ricardo Maffia - OFICIAL As Leis Sistêmicas em nossos relacionamentos pessoais ... DESABAFO  Relacionamentos pessoais DESABAFO!! - YouTube LuisAugustoBrito - YouTube Como lidar com pessoas âncoras nos seus relacionamentos ... MELHOR SITE DE RELACIONAMENTOS (grátis) - YouTube Coaching de Vida nos Relacionamentos Pessoais - Isabela Cenachi Pesce Passe Para Relacionamentos Pessoais, Bezerra de Menezes

  1. Transtornos de Personalidade? Faça Terapia URGENTE! - YouTube
  2. O INICIATICO EVANGELHO DE JOÃO A FÉ ❘ Ricardo Maffia - OFICIAL
  3. As Leis Sistêmicas em nossos relacionamentos pessoais ...
  4. DESABAFO Relacionamentos pessoais DESABAFO!! - YouTube
  5. LuisAugustoBrito - YouTube
  6. Como lidar com pessoas âncoras nos seus relacionamentos ...
  7. MELHOR SITE DE RELACIONAMENTOS (grátis) - YouTube
  8. Coaching de Vida nos Relacionamentos Pessoais - Isabela Cenachi Pesce
  9. Passe Para Relacionamentos Pessoais, Bezerra de Menezes
  10. Relacionamento Interpessoal Gestão do Desempenho Humano ...

Pessoas âncoras são aquelas que nos travam de ir além. Bloqueiam nossa vida, inconsciente ou não, precisamos identificar os sinais e minimizar os efeitos neg... Os Desafios dos Relacionamentos Pessoais e o Coaching - ... Skip navigation Sign in. Search. Loading... Close. This video is unavailable. Watch Queue Queue. Watch Queue Queue. Aqui, eu irei dar conselhos de todos os tipos, dicas de relacionamentos e contar experiências pessoais. Tudo isso acompanhado de um humor leve e várias bobagens! CHANNEL Georg Frey - Terapeuta Comportamental e Mentor - [email protected] / (81) 99971-9876 Olá, eu sou Georg Frey - Terapeuta Comportamental e Mentor. ATENÇÃO AOS ... VISITE Site de relacionamentos grátis: https://qualsitedeencontros.com.br/visite/relacionamento/ Facebook:https://www.facebook.com/ingred.castro.543 E-mail:c... Eu posso constelar um relacionamento pessoal? Claro que pode, inclusive pode ser constelado todos os tipos de relacionamentos pessoais, como amoroso, de amiz... Passe Para Melhorar Relacionamentos Amado Pai Celestial, Que o senhor abençoe este Passe, Para Melhorar meus relacionamentos interpessoais, E minhas relações afetivas e familiares, Por meio de ... Enjoy the videos and music you love, upload original content, and share it all with friends, family, and the world on YouTube. Na área da Auto-Superação Pessoal, são desenvolvidos trabalhos para o fortalecimento da Auto-Imagem, Auto-Confiança, Poder de Decisão e Relacionamentos Pessoais. Estou no Instagram como @gaby_gevievski. Instale o aplicativo para seguir minhas fotos e vídeos. https://www.instagram.com/invites/contact/?i=1jmhnauqmbwby&u...